Resenha | Saga Bela Adormecida - K. F. Zacharias

sábado, julho 12, 2014

Oioi gente! Então... Como a Yuna já disse no post anterior, está rolando muitas novidades aqui no blog, e uma dessas novidades que me deixou muito, muito feliz mesmo foi a parceia com a escritora K. F. Zacharias.
K. F. Zacharias escreveu um livro chamado "Saga Bela Adormecida: Adormecendo na Escuridão" e é simplesmente fantástico, uma leitura fascinante.


"Para você compreender quem é, você precisa ver o que ocorreu no passado
Você é bisneta de Rafael Hart, é uma eleita, tão forte quanto ele.
Pare de perder tempo com essas fraquezas.
Valescia espera por você.
É hora de acordar, princesa Aurora"
Saga Bela adormecida



   O livro já começa prendendo a atenção do leitor. Muita ação e mistério, que encantam de uma forma sem igual, e algo que me surpreendeu muito foi o fato de que não se vê muitas semelhanças com o conto de Malévola (Radassa) e da Bela Adormecida (Aurora) que já conhecemos.
   Apesar de se tratar da vida da princesa Aurora o foco não se encontra apenas nela. A autora colocou no livro a presença de outros personagens que também apresentam suas histórias e passam a ser muito importantes.
   Conforme vai-se lendo, nota-se a presença da alteração entre presente e passado, e o bom é que da para ver isso de uma forma clara.
   Outra coisa que me chamou muito a atenção foi o Prólogo. Isso mesmo! O prólogo do livro. O jeito como foi escrito da aquela pitada de suspense, trama, de um jeito perfeito. O início dele diz assim: "Sempre pensei muito sobre a paz e o que ela significa para cada um em particular. E também como ela é crucial para a vida de todo um povo... Mas há também a paz na morte, um descanso eterno."

   Bem, acho que já deu para vocês terem uma ideia do quão deliciosa é essa leitura.


Para maiores informações sobre o livro acesse:
Site: Saga Bela Adormecida
Leia os primeiros capítulos CLICANDO AQUI
Compre o livro pela: Amazon

Para quem quiser conhecer mais sobre a autora K. F. Zacharias e sobre o livro, assista a entrevista abaixo:


"Eu não queria chama-la de Malévola, porque Malévola é um adjetivo, na verdade, não é um nome. Então ela tem um nome, ela era uma pessoa, a Radassa é um ser humano." 
— K. F. Zacharias

   Espero que tenham gostado do post e não deixem de conferir o livro da K. F. Zacharias, vale muito a pena.
Beijos&Beijos

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários