[Resenha] Eve e Adam - Michael Grant e Katherine Applegate

"Quando nenhum namorado é perfeito, construa o seu."

"Todo mundo devia ter defeitos. Não é isso que nos torna interessantes? Não é isso que nos impede de sermos cópias uns dos outros?"

Sinopse

''Filha única da poderosa e fria geneticista Terra Spiker, Eve fica entre a vida e a morte depois de sofrer um acidente de carro. O processo de cura no misterioso laboratório Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina.

 Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker lhe propõe um desafio: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular gens humanos. Ela poderá criar um namorado sob medida! 

Mas brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição. ''

Então vamos falar a verdade, quem nunca sonhou em ter o namorado perfeito?Tanto em relação a beleza, quanto em relação a emoções e sentimentos?! Pois é! Eve tem a chance de criar seu "homem" perfeito.

O livro é narrado em primeira pessoa, por três personagens: Eve, Solo e um personagem surpresa.

A história se inicia com um acidente que acontece com Evening Spiker. A jovem de dezessete anos é levada ao hospital em estado grave.

''Meu braço direito não está me obedecendo, e, quando toco minha orelha com a mão esquerda, descubro uma faixa de gaze grossa na cabeça. Aparecem tubos compridos em meus braços e nariz.''

Eve é filha de Terra Spiker, uma cientista muito rica e reconhecida, e não posso esquecer de dizer, calculista, fria e manipuladora.

Terra, decide que levará sua filha de qualquer modo para o Spiker Biopharm, um avançado laboratório farmacêutico, cujo qual é dona.


Enquanto está em observação no hospital da mãe, Eve conhece Solo. Um garoto que aparentemente tem a sua idade, e que pelo visto detesta Terra, e sabe tudo sobre o Laboratória Spiker, tudo que acontece lá dentro.


Entediada de ficar no quarto, Eve decide que tem de fazer algo, então sua mãe a convida para realizar parte de um projeto muito importante que vem sendo estudado, o projeto 88715.
Eve tem o dever de criar o garoto perfeito, e para isso ela é levada a uma sala muito bem equipada com ótimos programas e um enorme computador. 
Sendo assim, Evening começa a trabalhar num software que seria capaz de desenvolver uma pessoa de verdade a partir de definições genéticas. Enquanto acha que é apenas uma simulação, a garota se diverte criando o homem perfeito, batizado por ela de Adam.

''Quem eu quero criar com meus poderes parecidos com os de Deus?Homem ou mulher? Suspiro. E me remexo na cadeira de rodas. A quem eu quero enganar?Homem.''

Após um tempo conhecendo melhor Solo, Eve descobre através dele coisas sérias sobre sua mãe, e experiências foras da lei que a empresa Spiker realiza, e acaba descobrindo, que ela não é uma pessoa comum, nem mesmo Solo.


'Eve e Adam' vai mostrar que a busca pela perfeição pode ser sem graça, e o sentimento é o que realmente conta.
E que brincar de Deus pode trazer séries consequências, querer ter o poder nas mãos, não é tão maravilhoso como pensamos.

 "_Não me dê a tarefa de criar um ser humano a menos que queira que eu me  sinta Deus.
 _É só uma simulação - ele diz estreitando os olhos de modo suspeito.
 _Certo,e eu sou a simulação de Deus. "

Uma criação perfeita + Eve + Solo.
Qual será o final dessa história? 
Vocês terão que ler para saber haha

Esse livro me surpreendeu bastante, eu realmente não esperava isso tudo.
Ao terminar, fiquei um pouco chateada, por alguns assuntos terem ficado em aberto. Mas, para minha alegria, ou melhor, nossa alegria 'Eve e Adam' terá continuação. o/

A Editora Novo Conceito vem me surpreendendo bastante com seus livros. E com certeza 'Eve e Adam' entrou para minha lista de melhores livros do ano.
Obrigada Michael Grant e Katherine Applegate por nos apresentar a história de Adam, Eve e Solo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.