Os contos de Harry Potter Traduzidos - parte 3

Poções


A pergunta de se um Trouxa pode criar uma poção se tiver o livro de Poções e os ingredientes certos é muito frequente. A resposta, infelizmente é não. O uso da varinha para se fazer uma poção é sempre necessária (a simples inclusão de moscas mortas e asfódelo a um caldeirão suspenso em fogo, vai lhe dar o mais desagradável fedor, sem mencionar o envenenamento da poção.
Algumas poções duplicam os efeitos dos feitiços e encantamentos, mas algumas (como a Poção Polissuco, e a Felix Felicis) têm efeitos impossíveis de se alcançar de outra maneira. Geralmente, bruxos e bruxas preferem o método que eles acham mais fácil, ou mais satisfatório, para alcançar seu objetivo final.
Poções não são para impacientes, mas seus efeitos normalmente são muito difíceis de ser desfeitos até mesmo pelos melhores em poções. Esse tipo de magia carrega um status místico. Há também o preconceito por manipular substâncias que são altamente perigosas. O senso comum para especialistas em poções dentro da comunidade bruxa é de uma personalidade muito forte: Snape, de fato, está perfeitamente dentro do estereótipo.
Reflexão J.K Rowling: Química era a matéria que eu menos gostava na escola, e eu desisti assim que eu pude. Naturalmente, quando eu estava tentando decidir que matéria o arco inimigo de Harry, Severus Snape, deveria ensinar, tinha que ser a matéria equivalente em magia. Isso fez com que fosse estranho eu achar atraente a matéria que Snape introduzia, (eu posso ensinar a vocês ter fama, fermentar a glória, e até mesmo parar a morte…) aparentemente uma parte de mim achou Poções tão interessante quanto Snape; e de fato eu sempre gostei de criar poções nos livros, e pesquisar ingredientes para elas. Muitos dos componentes das várias poções que Harry criou para Snape existem (ou alguma vez acreditou-se que existiam) e tinham (ou foi acreditado que se tinha) os propósitos que eu dei para eles. Dittany, por exemplo, tem realmente propriedades curativas (é um anti-inflamatório, apesar de eu não aconselhar aqueles que foram estrunchados a testá-lo); bezoar é uma massa tirada do intestino de animais, e realmente um dia acreditaram que beber a água que o bezoar estava podia curar um envenenamento.
Cátia Bell

Cátia Bell é uma estudante de Hogwarts. Ela é atacante no time de Quadribol da Grifinória.

Cátia deixou o Três Vassouras com sua amiga Liane e caminhou de volta até a estrada em direção a Hogwarts. O par discutia enquanto caminhava, e brigava por causa de um pacote que Cátia estava segurando. Quando Cátia pegou o pacote de volta, ele caiu, e ela se elevou no ar, seus braços estendidos como se ela fosse voar. O cabelo dela chicoteou ao seu redor no vento, seus olhos estavam fechados e seu rosto estava sem expressão. Quando ela estava a seis pés do chão, Cátia soltou um terrível grito. Seus olhos se abriram, e ela estava claramente sentindo uma dor terrível. Ela continuou gritando enquanto Liane tentava puxá-la de volta ao chão, e depois caiu se contorcendo no chão.
Cátia foi carregada de volta para o castelo por Hagrid. Liane revelou que Cátia voltou do banheiro do Três Vassouras segurando um pacote, e disse que era uma surpresa para alguém em Hogwarts e ela tinha que entregar. Ela não ia revelar para Liane quem havia lhe entregado o pacote. Liane acreditou que Cátia estava sobre influência da Maldição Imperius.




Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.