Os contos de Harry Potter Traduzidos - parte 5

Borgin e Burkes


Borgin e Burkes era uma loja empoeirada na Travessa do Tranco que é especializada em itens de magia negra.
O colar que Harry viu na Borgin e Burkes no verão antes do seu segundo ano em Hogwarts, foi dado a Cátia Bell por uma pessoa desconhecida para ser entregue a alguém em Hogwarts.

Tom Riddle



Tom Riddle é o dono do misterioso diário que Harry encontra no banheiro da Murta que Geme.

Tom Riddle conheceu o Professor Dumbledore pela primeira vez quando era criança, em um orfanato em Londres, quando Dumbledore o ofereceu um lugar em Hogwarts. Sra. Cole, a matrona do orfanato, revelou que Tom nasceu no orfanato, e sua mãe, Merope Gaunt, morreu pouco tempo depois. Tom recebeu este nome por causa de seu pai, Tom Riddle., e seu avô, Marvolo Gaunt. De acordo com a Sra. Cole, Tom assustava as outras crianças do orfanato, e muitos incidentes desagradáveis eram atribuídos a ele; o coelho de Billy Stubbs foi encontrado enforcado depois que ele e Tom discutiram, e Amy Benson e Dennis Bishop tiveram um estranho encontro com ele no verão, e nunca mais foram os mesmos.
Com 11 anos, Tom era a miniatura de seu belo pai, alto para sua idade, com cabelo escuro e pálido. Ele estava sentado em seu quarto quando Dumbledore entrou com Sra. Cole. Inicialmente cauteloso com o professor, Tom suspeitou que ele era um médico. Ele ordenou que Dumbledore contasse a verdade, falando o comando com uma voz tão forte que era quase chocante. Ele achava que Dumbledore estava o levando para viver em um hospício, e protestava furiosamente que não estava louco. Tom ficou chocado quando Dumbledore explicou que Hogwarts era uma escola de magia , e vibrou de animação quando descobriu que era um bruxo. Ele contou a Dumbledore que podia fazer as coisas se moverem sem encostar nelas, podia obrigar os animais fazerem o que ele queria sem treiná-los, e podia fazer pessoas se machucarem. Ele disse que sempre soube que era especial, e se transformou com uma alegria selvagem, sua expressão quase bestial.
Tom falou para Dumbledore provar que ele era um bruxo. Ele se chocou e soltou ruídos quando Dumbledore apontou sua varinha para o guarda-roupa de Tom, fazendo com que queimasse em chamas. Ele encarou o professor quando as chamas acabaram e o guarda-roupa continuou sem estragos. Tom se assustou quando ruídos foram ouvidos do guarda-roupa, e relutantemente buscou uma pequena caixa de dentro do guarda-roupa, que estava sacudindo e fazendo ruídos com força. Ele jogou as coisas da caixa na cama como Dumbledore pediu, revelando uma bagunça de objetos, incluindo um ioiô, um dedal de prata e uma gaita. Ele foi obrigado por Dumbledore a devolver os objetos para seus donos, e concordou em o fazer encarando o professor friamente e o avaliando.
Tom contou com um fundo em Hogwarts para ajudar aqueles que necessitam de assistência para comprar livros de feitiços e roupas. Ele estava ansioso para visitar o Beco Diagonal por sua conta, relutante em ser escoltado por Dumbledore , ele segurava um envelope que continha a lista de matérias e dava as direções para o Caldeirão Furado. Riddle se contorceu de forma irritada quando Dumbledore mencionou que o barman do bar tinha o mesmo nome, Tom, não gostando da ideia de ter um nome comum. Quando ele e Dumbledore apertaram as mãos, Tom revelou que podia falar com as cobras, e que as criaturas frequentemente o procuravam e sussurravam para ele quando ele fazia passeios pelo país.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.