Os contos de Harry Potter Traduzidos - parte 10

sábado, janeiro 17, 2015

Tom Riddle (2° texto)


Quando adolescente, Tom Riddle trabalhou na Borgin e Burkes como um assistente de compras onde ele conheceu Hepzibah Smit. Visitou a rica senhora regularmente e frequentemente levava a ela flores. Na memória de Hoquéi a elfa da casa sobre a última visita de Tom a casa, Tom chegou a oferecer a Hepzibah quinhentos Galeões pela sua coleção. Ele estava intrigado quando Hepzibah lhe mostrou seus dois melhores tesouros; seus olhos parecerem brilhar num tom de vermelho brevemente enquanto ele olhava para a taça de Helga Hufflepuff, e uma expressão gananciosa tomou conta de seu rosto. Uma sombra cruzou seu rosto quando Hepzibah retornou a taça para a caixa e a levou embora.
Os olhos de Tom ficaram escarlate quando Hepzibah mostrou a ele seu segundo tesouro, o colar de Slytherin, e explicou que foi vendido a Burke por um mulher esfarrapada. Tom estava consciente que essa mulher era sua mãe, Mérope Gaunt.
O professor Dumbledore suspeitou que Tom foi o responsável pela morte de Hepzibah Smith, e pelo roubo de ambos os itens mais tarde. Ele acreditava que Tom havia modificado a memória de Hóquei, a elfa da casa para culpa-la pelo assassinato, assim como ele fez com Morfino Gaunt. Quando a família de Hepzibah percebeu que a taça de Hufflepuff e o colar de Slytherin estavam desaparecidos, Tom já havia pedido demissão da Borgin and Burkess e desaparecido. Dumbledore acreditava que Tom achava que o colar pertencia a ele por direito, já que ele era descendente do fundador de Hogwarts e não resistiu tomar posse.

Hepzibah Smith


Hepzibah Smith foi uma bruxa muito fria e rica. Ela era uma senhora imensamente gorda, que usava uma peruca ruiva elaborada.
Na memória de Hóquei, Hepzibah Smith se preparou avidamente para a visita. Ela passou rouge em suas já avermelhadas bochechas, vestiu vestes cor-de-rosa. Ela estava emocionada quando seu convidado, Tom Riddle, chegou carregando um buquê de rosas; Hepzibah o repreendeu por mima-la, mas tinha um vaso vazio pronto na mesa. Ela fez beicinho quando Tom lançou a oferta do Sr. Burke pela sua armadura, não gostando do aspecto de negócios da visita.
Hepzibah se ofereceu para mostra a Tom algo que ela nunca havia mostrado ao Sr.Burke, e o fez prometer que não iria contar a seu dono, já que ela não tinha nenhum interesse em vender os objetos. Ela instruiu sua elfo, Hóquei, a trazer seus melhores tesouros, e pegar as duas caixas dela quando eles chegassem. Hepzibah abriu a primeira caixa para revelar uma pequena taça de ouro, e contou a Tom para dar uma boa olhada. Hepzibah estava imensamente orgulhosa do objeto, que costumava pertencer a Helga Lufa-Lufa, quem ela era parente distante. Ela pegou a taça de volta de Riddle e guardou gentilmente na caixa.
Hepzibah contou a Tom que seu segundo tesouro foi comprado do Sr. Burke, e abriu a caixa para revelar um pesado colar de ouro. Ela contou a Tom que ela pagou um braço e uma perna pelo objeto, que pertencia a Salazar Sonserina. Ela estava maravilhada quando Tom mostrou interesse no colar, e contou a ele que Burke comprou de uma mulher esfarrapada, sem saber que era a mãe de Tom, Mérope. Hepzibah vacilou quando viu Riddle retornando o colar para a caixa; ela viu o brilho avermelhado em seus olhos, mas atribuiu a um truque de luz.
Dumbledore contou a Harry que Hepzibah morreu dois dias depois do encontro com Tom Riddle. Ela morreu após ser envenenada com uma substância letal pouco conhecida que foi colocada em seu chocolate quente de manhã. Apesar de Hóquei, estar convicta, Dumbledore acredita que Hepzibah foi assassinada por Tom Riddle.




  • Share:

You Might Also Like

0 comentários