Os contos de Harry Potter Traduzidos - parte 12

terça-feira, janeiro 20, 2015

A Sala Precisa


A Sala Precisa, também conhecida como Sala Vai e Vem, é uma sala em Hogwarts que uma pessoa só pode entrar quando eles realmente precisam dela. Quando ela aparece, está sempre equipada com o que a pessoa precisa. A Sala está localizada no 7° piso do castelo, atrás da tapeçaria do Barnabás, o Amalucado.
Harry escondeu sua cópia de Estudos Avançados de Poções na Sala Precisa depois de seu duelo com Draco Malfoy. Como Harry pediu, a Sala Precisa providenciou um local para Harry esconder o livro: uma sala do tamanho de uma grande catedral com grandes janelas, e torres de parede construídas de objetos escondidos por gerações de estudantes de Hogwarts. A sala é cheia de vielas e estradas cercadas por pilhas de móveis quebrados, livros, objetos banidos e outros objetos proibidos.

Draco Malfoy


Draco Malfoy é um estudante de Hogwarts com cabelo loiro branco, olhos frios acinzentado e um rosto pálido e pontudo. Um sonserino, cuja família é ligada as Artes das Trevas, Draco frequentemente provoca Harry e seus amigos.
Aniversário: 5 de Junho
Varinha: Pilriteiro e pelo de Unicórnio, 10 polegadas, Flexível.
Casa de Hogwarts: Sonserina
Parentesco: Mãe bruxa, pai bruxo
Draco Malfoy cresceu como única criança na Mansão dos Malfoy, a magnifica mansão em Wiltshire que foi posse da família por muitos séculos. Desde quando aprendeu a falar, ficou claro para ele que era três vezes especial: primeiro por ser um bruxo, segundo por ser sangue-puro e terceiro por ser um membro da família Malfoy.
Draco cresceu em uma atmosfera de pesar pelo Lorde das Trevas não ter sido sucedido em tomar o comando da comunidade bruxa, apesar dele ter sido prudentemente avisado de não expressar seus sentimentos fora do pequeno ciclo familiar “se não seu papai poderia se meter em problemas”. Na infância, Draco se associou a crianças de puro-sangue filhos dos amigos íntimos, comensais da morte, de seu pai, e mais tarde chegou a Hogwarts com uma pequena gangue de amigos já feitas, incluindo Theodore Nott e Vincent Crabbe.
Como todas as outras crianças da idade de Harry Potter, Draco escutou histórias do Garoto que Sobreviveu durante sua juventude. Muitas teorias diferentes estiveram em circulação por anos sobre como Harry sobreviveu ao que deveria ter sido um ataque letal, e um dos mais persistentes era que Harry era um ótimo bruxo das Trevas. O fato dele ter sido removido da comunidade bruxa parecia (para os pensadores ansiosos) apoiar essa ideia, e o pai de Draco, o astuto Lúcio Malfoy, foi um dos que acreditaram na teoria desde o início. Era confortante para ele, Lúcio, poder ter a segunda chance de dominação mundial, esse garoto Potter deveria ser outro campeão, e melhor de sangue puro. Foi, mais tarde, na certeza de que ele não estava fazendo nada de que seu pai não aprovaria, e na esperança que ele pudesse transmitir algumas notícias novas para casa, que Draco Malfoy ofereceu a Harry Potter sua mão quando ele percebeu quem ele era no Expresso de Hogwarts. A recusa de Harry Potter a amizade de Draco, e o fato dele já ter formado uma aliança com Rony Wealey, o qual a família era uma anátema aos Malfoy, fez Malfoy se virar contra ele de uma vez. Draco percebeu, corretamente, que esperança selvagem dos ex-Comensais da Morte – que Harry Potter era outro, e melhor, Voldemort – eram completamente infundado, e a inimizade mutual é assegurada desse ponto.
Draco foi descoberto por Harry no banheiro da Murta que Geme, chorando em desespero por causa de sua tarefa dada por Lord Voldemort. Draco Malfoy foi amaldiçoado por Harry durante o subsequente duelo com o feitiço Sectumsempra, depois da tentativa de usar a Maldição Cruciatus em Harry. Sangue jorrou do rosto de Draco e peito enquanto ele era cortado por uma espada invisível, e ele entrou em colapso no chão do banheiro, sua varinha caindo de sua mão frouxa. Ele se mexia descontroladamente no chão, deitado em uma piscina com seu próprio sangue. Draco foi salvo pelo Professor Snape, que executou um contra-feitiço, e foi acompanhado para o hospital pelo Monitor de sua Casa.



  • Share:

You Might Also Like

0 comentários