O MUNDO DO POLE DANCE | PARTE 1


Não se sabe ao certo a origem do Pole Dance, alguns dizem que surgiu na Inglaterra na década de 80, outros defendem que o pole está ligado a prática do mallakhamb, que é uma espécie de ioga praticada em um poste de madeira e com uma corda na Índia.

            

O estilo Burlesque veio no início da Era Vitoriana, em 1840, que está ligado a Comédia Dell'arte, um tipo de teatro popular que descobriu-se na Itália no século XV, e logo depois desenvolvido na França.

Em 1889 no Moulin Rouge de Paris foi quando houve a aparição do estilo Burlesque sensual e a indústria erótica. 
O primeiro pole dance conhecido atualmente foi registrado em 1968 com a performance de Belle Jangles no Clube Striptease Mugwump, em Oregon.


O pole mais modernizado veio a aparecer nos anos 80 característico do Canadá, e a partir do ano 2000 ele começou a ser popularizado em outros países e desenvolvendo novos gêneros.

No Brasil a primeira escola especializada em Pole Dance foi aberta em 2008 em Curitiba, pela profissional de Educação Física Grazieli Brugner. Logo no ano seguinte foi organizado o primeiro Campeonato Brasileiro de Pole Dance. A partir de 2010 homens também foram incluídos no campeonato com a criação da categoria masculina, sendo o Brasil o primeiro país a incluir essa categoria em seu campeonato nacional.
O Brasil conta hoje em dia com a FBPOLe ( Federação Brasileira de Pole Dance).

Em 2008 houve-se a tentativa de colocar o Pole Dance como modalidade Olímpica ♥, vários dançarinos e performances americanos fizeram um abaixo assinado para que isso acontecesse. 
A mesma tentativa foi feita em 2012 nos Jogos Olímpicos de Verão em Londres.
Existem Federações de Pole Art e Fitness no mundo inteiro, esses que trabalham em dar a este desporto um maior reconhecimento. A Federação Brasileira de Pole Dance, Federação Internacional de Pole, Associação de Pole Fitness, Federação de Pole Dance EUA, a American Pole Fitness Association, são as principais organizações que lutam pelo Pole Fitness nas Olimpíadas.

Para se manter uma boa estabilidade no Pole Dance, são utilizados todos os músculos do corpo, até porque não é fácil sustentar seu corpo no ar sem uma boa mobilidade, é preciso toda uma técnica para realizar movimentos mais difíceis de forma delicada e graciosa. 
É necessário muito trabalho com abdômen. A maior quantidade de força vem praticamente dele, e também dos braços e pernas. Por isso a maioria das mulheres que praticam a modalidade acabam ficando com o tão sonhado abdômen definido. 


Já se foi tempo onde o Pole era visto apenas como uma dança de erotização, sensual, feita apenas por stripers.
Hoje em dia esse é um esporte como qualquer outro, até porque não se trata apenas de dança, é muito mais que realizar movimentos sensuais no ar, é fortalecimento, esforço, mistura-se ioga e ginastica, contribui não apenas para a saúde física, como também mental de muitas mulheres.

Sobre as dores?

Então... são igual a qualquer esporte, dependendo do treino, até um pouco pior. É normal uma atleta/dançarina de pole dance estar sempre com hematomas roxos  no corpo, ou até mesmo calos nas mãos. Como eu disse, se trata de UM ESPORTE!

CATEGORIAS:

Pole Sport - o lado competitivo em que mulheres e homens envolvidos nesta categoria competem em todo o mundo e estão envolvidos com a busca do Olímpico. Eles exibem uma incrível quantidade de atletismo, força, flexibilidade e controle.

Pole Fitness - é usado como uma maneira de ficar em forma e de se sentir bem. As aulas são realizadas em estúdio ou ginásio privado e os instrutores são altamente qualificados e treinados.

Street Pole Dance - é a modalidade praticada na área urbana utilizando postes que sustentam as placas de sinalização de trânsito, por exemplo. Nessa modalidade as dançarinas utilizam roupa adequada para não machucar a pele nos postes pintados, como calça jeans e tênis.

Exotic Dance -  nesta categoria são mais envolvidas na dança no varão e não necessariamente da parte mais acrobática.
Ganhou aptidão como desporto atlético, em um misto de ginástica artística e circense.

Na próxima postagem estarei apresentando um pouco mais do Pole dance, porém aqui na minha cidade em Nova Friburgo, e a minha experiência com a prática, além de tirar algumas dúvidas e mitos que as pessoas ainda tem com a prática do esporte.




Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.